Programa SED para os Municípios

Encceja 2018

Inep divulga datas e formato do Encceja 2018

Edital de Publicação – Encceja – 2018

Conforme Comunicado SAREG/CIMA nº 39/2018, seguem  abaixo orientações para divulgação do ENCCEJA/2018:

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira –  INEP publicou, em DOU de 14/03/2018, o Edital nº 15, de 13/03/2018, contendo as Diretrizes, Procedimentos e Prazos para a realização do Exame Nacional para Certificação de Competência de Jovens e Adultos – ENCCEJA 2018.

As inscrições serão realizadas das 10h00 do dia 16/04/2018 às 23h59 do dia 27/04/2018, horário oficial de Brasília- DF, no endereço: http://enccejanacional.inep.gov.br/encceja

A aplicação do Encceja Nacional 2018, em todas as unidades da Federação, ocorrerá no dia 5 de agosto de 2018, conforme horário oficial de Brasília-DF, para os ensinos fundamental e médio (edital anexo).

Confira os materiais de estudo: https://goo.gl/yJ5J9C

 

 

 

 

Conferências Escolares de Meio Ambiente

 

 

Conferências Escolares de Meio Ambiente devem acontecer até 31 de março

As escolas da rede estadual, municipal e particulares estão convidadas para participarem da 

V Conferência Nacional Infantojuvenil pelo Meio Ambiente.

 

Comunidades escolares devem realizar reuniões até o dia 31 de março para que possam participar da 5ª CNIJMA (Conferência Nacional Infantojuvenil pelo Meio Ambiente). Mais informações, como calendário de atividades, podem ser conferidas no site oficial do evento, clique aqui. O evento nacional será realizado em junho de 2018.

A V CNIJMA, com o tema “Vamos Cuidar do Brasil Cuidando das Águas” está em consonância com a implementação da Lei das Águas, dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável – ODS e com o 8º Fórum Mundial da Água, e que tem como principal objetivo contribuir com o processo pedagógico e participativo, reunindo estudantes, professores e comunidade escolar para pesquisar, mapear, dialogar, refletir e propor ações de intervenção sobre as questões socioambientais a partir do seu território, contextualizando a dimensão social e política da questão da água, percebendo as suas múltiplas dimensões, além de incluir e fortalecer a temática no Projeto Político Pedagógico (PPP) da escola.

Para apoiar as equipes pedagógicas das Redes de Ensino no processo de divulgação, mobilização e formação a Comissão Organizadora Estadual (COE-SP) indica os seguintes materiais de apoio:

Regulamento Estadual da V CNIJMA – Estado de São Paulo

Manual Orientador “Metodologia de Construção Colaborativa de Projetos”

 

A Conferência na Escola é o momento mais rico do processo, em que os estudantes irão definir um projeto de ação em prol de uma Escola que cuida das águas, por isso será importante a participação de todos os segmentos da escola: equipe gestora, professores, funcionários, estudantes, com apoio do Grêmio Estudantil e, se possível, representantes da comunidade para elaborar de maneira participativa, democrática e colaborativa um projeto de ação relacionado à temática Água como bem comum e um recurso finito, a partir da gestão, do currículo, espaço físico e comunidade.

Podem participar da V CNIJMA os estudantes de escolas públicas e privadas, urbanas e rurais da rede estadual e municipal, assim como escolas de comunidades indígenas, quilombolas e de assentamento rural que estejam matriculados em uma turma do Ensino Fundamental – anos finais, tenham entre 11 e 14 anos na data da Conferência Nacional, participado do processo da Conferência e que demonstrem interesse pela causa socioambiental.

 

A V CNIJMA acontece em quatro momentos:

Conferência nas Escolas: envolve toda a comunidade escolar sem restrição de faixa etária e série. No entanto, os delegados e seus suplentes escolhidos deverão estar cursando o ensino fundamental, anos finais, e ter entre 11 e 14 anos no período da etapa final da V CNIJMA. A data limite para a realização dessa etapa é 31 de março.

Conferência Municipal/Regional: trata-se de uma etapa opcional que aprofundará o tema a partir da perspectiva local e regional. Por esse motivo, não há data específica para sua realização.

Conferência Estadual:  aprofundará os estudos e diálogos sobre a temática propiciando um espaço de intercâmbio e troca de conhecimentos. Nessa etapa, que deve acontecer até o dia 9 de maio, será realizada a escolha da delegação e de um projeto de ação para representar o Estado na Conferência Nacional.

Conferência Nacional: entre os dias 15 e 19 de junho acontecerá um encontro que reunirá os delegados e delegadas de todos os Estados, que já debateram o tema água em suas escolas. Nessa etapa, os estudantes aprofundarão o tema, socializarão os projetos, participarão de oficinas e de atividades culturais.

Caso tenha alguma dúvida específica sobre V CNIJMA no Estado de São Paulo, entre em contato pelo e-mail vconferenciainfanto.sp@gmail.com, ou acesso o blog da Conferência e também a página do Facebook, que publicam informações periodicamente.

Caso queira, entre em contato, por e-mail decatnpe@educacao.sp.gov.br, com os profissionais da Diretoria de Ensino – Região de Catanduva: Telma Biselli de Lourenço (17)3531-1952 e Marcelo Rampin (17)3531-1954.

EE Izabel Lerro Ortenblad está entre as 10 Finalistas Estaduais do Concurso Desafios Sustentáveis

EE Prof. Cleomério José Campi é a nova denominação da EE Jardim Imperial

 

A Diretoria de Ensino da Região de Catanduva, informa que a EE Jardim Imperial, Catanduva/SP, passou a chamar-se EE “Professor Cleomério José Campi”, conforme Decreto N° 62.893.

Esta Diretoria de Ensino está muito feliz, pois o Professor Cleomério foi Diretor da única escola que atendia a região e foi lembrado pelos moradores, ex-alunos e professores do excelente trabalho desenvolvido, tanto na área educacional como social.

 

Professora Maria Aparecida Cheruti

Dirigente Regional de Ensino

ENCCEJA 2017

Inep divulga datas e formato do Encceja 2017

A data de aplicação da Prova foi alterada para 19 de Novembro de 2017.

 

Os candidatos precisam ter 15 anos para angariar o certificado do Fundamental e 18 anos para o Médio 

Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) divulga as datas e o formato da edição 2017 do Encceja (Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos). Trata-se de um exame totalmente gratuito de participação voluntária que oferece aos jovens e adultos, que moram no Brasil ou no exterior, a oportunidade de finalizar o Ensino Médio. O Edital com as normas e regras foi publicado em julho, as inscrições serão de 8 a 18 de agosto e a prova será no dia 19 de novembro. Acompanhe no site do Inep.

Atenção! A partir desse ano o ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) deixará de fazer parte da lista de testes que garantem o certificado.

O Encceja é um exame que testa as habilidades, competências e saberes obtidos através do processo de escolarização – ou em processos formativos. Sendo assim, sua importância é verificar o desenvolvimento dos candidatos em âmbitos diferentes, entre eles, como foi sua educação formal em ambiente familiar, no trabalho e em diferentes organizações da sociedade.

Por meio do Encceja os interessados podem garantir um certificado de conclusão de Ensino Médio e de Ensino Fundamental.

Pré-requisitos básicos do candidato

É necessário ter idade mínima de 15 anos – na data da realização das provas – para garantir certificação de nível Fundamental. A idade limite aumenta para 18 anos quando o candidato pleiteia a conclusão do Ensino Médio.

Confira a lista das datas de edital, inscrição e aplicação da prova do Encceja 2017.

 

CRONOGRAMA E LOCAIS DE PROVA

 

Retificação do EDITAL – 19/09/2017

Retificação do EDITAL – 13/09/2017

Baixe o cartaz de divulgação – Encceja 2017

Retificação do EDITAL – 03/08/2017

Confira o EDITAL

ACESSE AQUI OS MATERIAIS DE ESTUDOS

 

Encceja Nacional
Publicação do edital: 24 de julho
Inscrições: 8 a 18 de agosto
Aplicação: 19 de novembro
Locais de prova: Serão 564 locais distribuídos em todas as Unidades Federativas

Fonte: MEC/Inep; Secretaria Estadual de Educação.

ENEM 2017

Inscrições começam em 8 de maio às 10h. Exame será aplicado em dois domingos: 5 e 12 de novembro

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), publicou nesta segunda-feira (10 de abril) no Diário Oficial da União (DOU) edital com as diretrizes do exame a ser realizado este ano. O texto confirma as mudanças no Enem já divulgadas pelo Inep no início do ano, como a aplicação da prova em dois domingos e o fim da certificação do ensino médio

 

CONFIRA O EDITAL – ENEM 2017

 

Certificação do ensino médio

Enem não valerá como certificado do ensino médio.

O Inep confirmou que o Enem não poderá mais ser usado como certificação do ensino médio. A partir de 2017, os jovens poderão obter o documento pelo Encceja (Exame Nacional de Certificação De Competências de Jovens e Adultos) – tanto para ensino fundamental quanto para ensino médio.

“O Enem não foi feito para certificação. Temos um exame muito mais preparado para isso: o Encceja”, explicou a presidente do Inep.

Isenção

Estudantes de escolas públicas concluintes do ensino médio em 2017 continuarão a ter o direito da isenção da taxa de inscrição, assim como os candidatos com renda familiar per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio e aqueles que cursaram o ensino médio completo em escola da rede pública ou como bolsista integral de escola privada.

A novidade do Enem 2017 é que passam a ser isentos também as pessoas que tiverem cadastro no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal), que reúne famílias em situação de pobreza e pobreza extrema. Para comprovar o dado, o candidato deverá informar, no ato da inscrição, o NIS (número de identificação social) – o sistema permitirá a busca automática.

O Inep afirma que poderá consultar o órgão gestor do CadÚnico para verificar as informações prestadas pelos concorrentes. Se for constatado algum dado falso, o participante será eliminado do exame e deverá ressarcir ao governo os custos com a taxa de inscrição. Além disso, o estudante que tiver a solicitação de carência indeferida terá que pagar o valor do boleto para ter a inscrição confirmada.

Provas aos domingos

Após consulta pública sobre o exame, que ocorreu entre 18 de janeiro e 17 de fevereiro, dos mais de 600 mil participantes, 63,70% votaram que o Enem deveria ocorrer em dois dias.

Aqueles que participaram da pesquisa também tiveram de responder à seguinte questão: “Caso o exame continue sendo aplicado em dois dias, qual formato deverá ser realizado?”.

A maior parte (42,30%) optou que ele ocorresse em dois domingos seguidos.

A consulta pública e a demanda dos candidatos sabatistas – religiosos que só podem estudar ou trabalhar aos sábados após o sol se pôr – motivaram o MEC a implementar a mudança. O exame será realizado em dois domingos consecutivos: 5 e 12 de novembro.

Todos os anos, os sabatistas entravam no local de prova às 13h (horário de Brasília) e ficavam isolados em uma sala até as 19h, quando começavam a fazer o exame. “Era uma coisa desumana”, apontou Maria Inês.

Horários das provas

Nos dois domingos do exame, em 5 e 12 de novembro, os portões nos locais de provas serão abertos às 12h e fechados às 13h (horário oficial de Brasília). As provas terão início às 13h30, em todas as unidades da federação.

A ida ao banheiro, a partir das 13h, será permitida desde que o participante seja acompanhado pelo fiscal, sob pena de eliminação do exame.

Atendimento especializado

Os candidatos que precisarem de atendimento especializado na prova, como no caso daqueles que têm alguma deficiência, deverão fazer a solicitação de tempo adicional no ato da inscrição, apresentando um documento que comprove a necessidade do benefício.

No Enem 2016, o requerimento era feito nos dias de aplicação do exame – foram 68.907 solicitações na última edição da prova.

Os concorrentes surdos poderão participar, neste ano, de uma aplicação experimental de dispositivo em vídeo contendo questões traduzidas em libras. Além desse recurso, continuam sendo oferecidos a esse público prova em braille, prova com letra ampliada e tradutor-intérprete de libras.

“Essa era uma demanda antiga. Por anos, ela foi negociada, mas decidimos enfrentar o desafio neste ano”, disse a presidente do Inep, Maria Inês Fini.

Redação: 1º dia de prova

O MEC não alterou o número de questões ou qualquer item de conteúdo, mas mudou o dia da prova de redação. Antes, ela era cobrada no segundo dia, junto com as 45 questões de matemática e as 45 de linguagens. Na configuração anterior, nesse dia os alunos tinham cinco horas e meia de prazo.

Agora, redação, linguagens e ciências humanas serão os temas do primeiro domingo (5/11). Com a alteração, o primeiro dia de provas passa a ter duração de cinco horas e meia de prova. Uma semana depois (12/11) será feita a prova de matemática e ciências da natureza, com quatro horas e meia para realização.

Segurança da prova

Os participantes do Enem 2017 vão receber cadernos de prova personalizados, com o nome escrito na capa, juntamente com os cartões de resposta encartados, que também levam os dados do candidato. Os quatro cadernos diferentes, identificados por cores, vão ser mantidos.

Ausência

O candidato que obtiver a isenção da taxa de inscrição e não comparecer à prova perderá o benefício no Enem 2018, caso precise solicitá-lo novamente. No entanto, a exceção ocorrerá apenas se o estudante justificar sua ausência por meio de atestado médico ou documento oficial que comprove a impossibilidade de seu comparecimento. Antes, bastava fazer uma autodeclaração com a justificativa da ausência.

Gabaritos

Os gabaritos das provas objetivas serão divulgados no site do Inep e no aplicativo oficial do Enem até o terceiro dia útil após a realização da segunda prova.

Fim do ‘ranking’ do Enem por escola

O MEC decidiu que não haverá mais o resultado do Enem por escola – dado que costuma ser disponibilizado anualmente. A lista é popularmente conhecida como “ranking” do Enem por escolas.

Por meio do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), as instituições públicas e privadas poderão saber suas classificações em relação a outras escolas do país. Conforme explicou a presidente do INEP, Maria Inês Fini, caso um colégio não queira participar dessa avaliação não terá o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

Fonte: MEC/Inep; G1.

 

Diretoria de Ensino de Catanduva Está Entre as Cinco Melhores do Estado

Projeto Qualidade de Vida classificou a Diretoria como a quinta melhor em motivação

Fonte: O Regional. Acesso em 30/03/2017

A Diretoria de Ensino Região de Catanduva que atende a cidade e mais 14 municípios está entre as cinco melhores do estado no Projeto Qualidade de Vida. O programa é oferecido pela Secretaria de Estado da Educação e tem como objetivo avaliar todas as 91 diretorias de ensino  em projetos de motivação e bem-estar em prol de todos os servidores.

 

A diretoria foi premiada com um diploma de congratulações e uma cesta com materiais de jogos e cartazes explicativos.

“É com muita satisfação e orgulho para a Diretoria de Catanduva que dentre as 91 Diretorias de Ensino do Estado de São Paulo, foi classificada em 5º lugar pelas Ações de Qualidade de Vida desenvolvidas durante o ano de 2016”, informa a dirigente regional de ensino professora Maria Aparecida Cheruti.

Conforme informações da dirigente, anualmente são feitos relatórios sobre as ações desenvolvidas em todas as Diretorias de Ensino, que são encaminhados e avaliados pelo Centro de Qualidade de Vida da Coordenadoria de Gestão de Recursos Humanos (CEQV/CGRH) da Secretaria de Estado da Educação de São Paulo.

A Diretoria de Ensino Região de Catanduva desenvolveu o seguinte projeto: PROGRAMA_DE_QUALIDADE_DE_VIDA_2016.

“Alcançar boa qualidade de vida é o grande anseio do ser humano, que busca maior bem-estar e equilíbrio físico, psíquico e social para suas vidas e esta é a proposta da Diretoria de Ensino de Catanduva aos seus funcionários”, ressalta.

Nesta semana, representantes do CEQV/CGRH visitaram a diretoria para homenagear todos os servidores.

“Foi mais um momento de confraternização, abraços e a proposta de continuarmos unidos em prol de uma boa qualidade de vida e de uma educação de qualidade. Parabéns a todos os funcionários da Diretoria de Ensino que foram homenageados. Conforme a servidora Clarice do CEQV/CGRH, a Diretoria de Ensino tem um ar familiar, pois está visível a união dos funcionários. Já, a servidora Joseane também do CEQV/CGRH destaca o aconchego da Diretoria de Ensino, espaço físico bem aproveitado”, conclui Maria Aparecida.

 

Concurso de Desenho da Mascote do Projeto Gestão Democrática

Abaixo os links para informação e cronograma:

 

Portal:

http://www.educacao.sp.gov.br/noticias/desenho-de-aluno-da-rede-estadual-de-sp-sera-mascote-do-projeto-gestao-democratica

 

Intranet:

https://seesp.sharepoint.com/sites/intranet/noticias/Paginas/Educadores-Incentivem-seus-alunos-a-participar-do-concurso-de-desenho-que-elegera-mascote-para-gestao-democratica.aspx

 

Cronograma:

Fase

Período

Descrição

Divulgação do regulamento

A partir de 7 de março de 2017

www.educacao.sp.gov.br/gestademocratica  www.crmariocovas.sp.gov.br

Fase ESCOLA

Até 05 de maio de 2017

Encaminhamento dos desenhos selecionados na escola para a Diretoria de Ensino.

Fase DIRETORIA DE ENSINO

Até 31 de maio de 2017

Encaminhamento dos desenhos selecionados nas Diretorias de Ensino para a SEE/EFAP/CRE Mario Covas

Fase SEE – FINAL

Até 30 de junho de 2017

Divulgação do vencedor www.educacao.sp.gov.br/gestademocratica

www.crmariocovas.sp.gov.br

 

 

Convocação – Agentes de Organização Escolar Excedentes

Edital:

Lauda Transferência excedentes AOE